Sete Motivos para se utilizar um ERP

 

É muito normal no mercado de tecnologia ouvir o termo ERP em algum momento. Mas por qual motivo ele é tão falado? Por que exatamente uma empresa deveria ter um?

Antes de responder essas perguntas, devemos entender exatamente o que é um ERP. Em sua tradução natural, ele seria o “Planejamento dos Recursos da Empresa”, e o que exatamente isso quer dizer?

Vamos pensar em uma empresa, sua arquitetura, desde a mais básica, deve compor algumas preocupações. Contratação de funcionário, movimentação financeira, obrigações fiscais, esses são alguns dos recursos que acabam se tornando obrigatórios para se observar em uma empresa. Esses controles podem ser feitos por exemplo em planilhas, mas suas informações dificilmente terão integrações orgânicas e é neste momento que o ERP surge. Sendo um sistema modular, o ERP consegue fazer as áreas conversarem entre si, e entenderem essa informação mais rapidamente e com mais confiabilidade diante de uma boa parametrização. Uma Empresa de Software e ou mais conhecida nos estados unidos como software house tem que estar atenta nesse quesito.

Hoje no mercado, existem diversas empresas focadas em desenvolvimento, e muitas vezes, é possível até mesmo deixar o sistema todo personalizado. Isso significa que é possível se deparar com sistemas complexos que cuidam de toda a estrutura de grandes empresas, até ERPs menores e feitos sobre demanda para que se tornem um sistema personalizado.

Entendendo que o ERP é um sistema de gestão de todas as pontas de uma empresa, podemos entender alguns motivos da importância dele hoje em uma empresa preocupada com a gestão de seus processos.

"Não tenha medo do fracasso. Tenha medo de não tentar.".

Roy T. Bennett

Segurança de informações

Após uma boa parametrização do ERP, com todas as informações necessárias durante sua implantação, o sistema terá exatamente a cara da empresa, com isso, a gestão diária ficará muito mais simples e recursiva. Uma pesquisa neste ponto é muito importante para as empresas, para entender as necessidades exatas. Uma facilidade é procurar um sistema WEB inicial para entender como o ERP funciona e ver como ele pode atender suas necessidades.

Agilidade nas informações

Como o ERP é modular e possui todo um desenvolvimento inteligente por trás dele, é possível gerar relatórios orgânicos para a sua empresa, seja ele um demonstrativo contábil através das informações diárias, ou a ficha de um funcionário para um melhor desenvolvimento. Tudo isso com poucos cliques pois todas as informações já estarão integradas nele.

Economia de tempo

Como a velha frase diz, tempo é dinheiro, e economia de tempo é economia de recursos valiosos para a empresa, neste ponto, a economia pode vir através da eliminação de longas planilhas, ou informações perdidas que não foram devidamente anotadas. Com o ERP, o cadastro de um visitante em um hotel garante que todos os funcionários tenham acesso rápido aquela informação, evitando o boca a boca e o dito pelo não dito. Um exemplo rápido pode ser visto neste link da software house Mestres da Web onde dentro do sistema é possível ter rápidas informações que poderão ser vistas por todos.

Visão analítica

Como já dito, o ERP é modular. E com isso, cada setor consegue se concentrar naquilo que é realmente importante e vale para ele. A partir de um login de acesso, a visão pode facilmente ser departamental, ou de acordo com um organograma previamente determinado é possível separar por níveis e quem consegue enxergar o que, trazendo uma visão muito melhor sobre tudo que pode ser visto por aquele usuário em específico.

Mobilidade

Muitos ERPs possuem plataforma WEB, ou mesmo são um sistema desenvolvido já desta forma, sendo assim, existe uma portabilidade, podendo muitas vezes fazer um serviço em campo. Seja um apontamento de serviço executado, uma aprovação de algum recurso solicitado, ou para responder algum chamado. As possibilidades são inúmeras e como o sistema é integrado, as informações podem ser vistas na hora do lançamento, facilitando e muito a comunicação.

 

Cortes de gastos

Além da já citada economia de tempo, o ERP maximiza sua possibilidade de controle, reduzindo custos bases como má gestão de estoques, visão organizacional para aumento ou diminuição de produção, satisfação de clientes através de portais de fácil acesso. O ERP se torna um leque de informações que bem trabalhadas possibilita uma melhor gestão também de funcionários, podendo até mesmo reduzir o quadro como departamentos que acabam se tornando gargalo com o tempo.

 

Padronização

Processos se tornando padrões é muitas vezes a ordem que uma empresa precisa para entrar nos eixos. Uma boa organização com um ERP, consegue deixar todos na empresa “falando a mesma língua” e um processo errado pode facilmente ser ajustado em uma segunda conferência ou com um treinamento básico de sistema.

 

ERP é a resposta para os problemas da empresa?

 

Muitas vezes sim, é exatamente o que pode colocar uma ordem na empresa. Não é raro ver empresas que acabam retornando ao mercado após algum investimento, e a procura é cada vez maior, e as empresas estudam cada vez mais se manter competitivas utilizando a tecnologia.

 

Você tem o interesse de adquirir um ERP e não sabe por onde começar? A software house Mestres da Web pode te ajudar! Através de uma análise do seu projeto, os especialistas trarão até você a solução intuitiva e de desenvolvimento via Web para te tirar do sufoco, é só entrar em contato por aqui.

Fique ligado em nossos artigos para nunca perder informações sobre tecnologia e ideias para maximizar sua produtividade!

Escrito por Fernando Cunha – Especialista e Empreendedor em Negócios Online.