https://mestresdaweb.com.br/marketing/
Novo Aprenda Conosco

IDE: conheça seu conceito e vantagens

Quem precisa desenvolver projetos divididos em vários módulos e núcleos, entende bem como pode ser complicado administrar cada parte do sistema. Contudo, é possível organizar de forma simples e lógica o conjunto de pacotes, principalmente se o desenvolvimento for realizado em equipe. Quer saber mais sobre o assunto? Confira no nosso post IDE: conheça seu conceito e vantagens.

O que é IDE?

IDE (Integrated Development Environment) é um recurso gráfico utilizado para que programas sejam desenvolvidos de forma organizada. A partir de uma interface, é possível ter acesso a cada módulo do software e verificar a consistência das instruções, parâmetros e tudo que for relacionado às linhas de código.

Assim, é possível não só centralizar todo o programa, mas alterá-lo de forma independente, sem que uma parte afete a estrutura da outra. Todo IDE possui 3 funcionalidades:

  • Editor;
  • Compilador;
  • Debugger.

Em conjunto, ambos permitem que o programador faça qualquer verificação ou alteração do código diretamente na ferramenta. Conheça mais sobre cada um a seguir.

Editor

editor permite que todo o código-fonte do programa seja implementado, visualizado e alterado na linguagem escolhida pelo programador. Além disso, no editor há recursos como a numeração das linhas, indicação de bibliotecas de código e erros de implementação (que geralmente são indicados com sinalizações na própria linha).

Compilador

Um código-fonte não necessariamente é executável, uma vez que é implementado de uma forma que faz sentido para o programador, mas que não pode ser executado pelo computador. Por essa razão, é preciso transformar esse código (de alto nível) em um arquivo de baixo nível, o que possibilita o funcionamento do programa. O compilador é justamente o responsável por ler as linhas com a linguagem de programação e torná-las funcionais.

Debugger

Um debugger, sem dúvidas é um dos recursos mais funcionais para o programador. A partir dele é possível identificar problemas na implementação (bugs), permitindo que mesmo durante a execução do programa funções sejam testadas e corrigidas. Esse processo é chamado de depuração, e baseia-se na análise de linha por linha do código.

Importância do IDE

Ao utilizar o IDE, além de manter a organização do código, o desenvolvedor pode refinar o programa de forma prática e precisa. Além de ter sua produtividade aumentada, devido à facilidade em acessar informações importantes, o IDE pode ser utilizado em diversos projetos e com uma ampla gama de linguagens de programação.

Outro ponto significativo é a sua estrutura, que permite a alteração de partes específicas do código independente da sua complexidade. Assim, equipes com muitos membros podem trabalhar de forma colaborativa sem que o trabalho de um impacte diretamente na programação desenvolvida pelo outro. E com o controle de versões realizadas, é possível identificar quais alterações foram feitas, o que torna aumenta consideravelmente o controle da implementação.

Recursos do IDE

O IDE possui funções essenciais como o editor e o debugger. Além deles, há recursos que facilitam ainda mais a implementação. Entre eles estão:

  • mecânicas para automação de tarefas;
  • plug-ins e/ou extensões;
  • bibliotecas.

Para cada necessidade do desenvolvedor é possível encontrar uma ampla gama de recursos para complementar o seu trabalho, já que há muitas opções disponíveis.

Também é importante citar o IDE em nuvem, que além de estar disponível para o acessos em vários tipos de dispositivos, apresenta vantagens únicas, como:

  • controle de gastos, já que cada recurso é usado de acordo com a gestão do responsável;
  • aumento da segurança,  uma vez que possui barreiras complementares para a proteção de dados (o que nem sempre ocorre no IDE comum, em que as informações são salvas localmente).

Conclusão

Sem dúvidas, o IDE é um grande aliado para equipes de desenvolvimento que buscam não só criar, mas testar e corrigir algoritmos (programas) de variadas proporções. Os recursos e funções disponibilizados por esse tipo de ferramenta são essenciais para manter a organização, controle de versões, além de ampliação do código.

Se você ainda não usa IDE, não sabe o que está perdendo! Todo programador que precisa administrar vários trechos de código entende que reunir as informações de forma intuitiva e simples é essencial para melhorar a produtividade e reduzir problemas na implementação.

Gostou do texto? Compartilhe!

Spread the love

Posts Relacionados

Fábrica de Aplicativo

Sistema ERP Para Indústria 4.0: O que Significa?

O que o Sistema ERP e Indústria…

Fábrica de Aplicativo

UX design: Vantagens e Benefícios Para Colaboradores

Ao contratar um sistema de gestão para…

Fábrica de Aplicativo

O que Um Aplicativo Precisa Ter Para Atrair o Consumidor

O que você costuma levar em consideração…

Fernando Cunha Fernando Cunha

Com mais de 12 anos de experiência em tecnologia e formado pela FAAP em Administração de empresas, hoje é o CEO da Mestres da Web, empresa referência no mercado nacional e com projeções de expansão internacional.